Senta que lá vem resenha: Livro O Escravo de Capela

quinta-feira, julho 13, 2017

Livro: O Escravo de Capela
Autor: Marcos  DeBrito
Páginas: 288
Editora: Faro Editorial
Tema: Mistério, suspense, thriller, romance


Sinopse: Durante a cruel época escravocrata do Brasil Colônia, histórias aterrorizantes baseadas em crenças africanas e portuguesas deram origem a algumas das lendas mais populares de nosso folclore. Com o passar dos séculos, o horror de mitos assustadores foi sendo substituído por versões mais brandas. Em “O Escravo de Capela”, uma de nossas fábulas foi recriada desde a origem. Partindo de registros históricos para reconstruir sua mitologia de forma adulta, o autor criou uma narrativa tenebrosa de vingança com elementos mais reais e perversos. Aqui, o capuz avermelhado, sua marca mais conhecida, é deixado de lado para que o rosto de um escravo-cadáver seja encoberto pelo sudário ensanguentado de sua morte. Uma obra para reencontrar o medo perdido da lenda original e ver ressurgir um mito nacional de forma mais assustadora, em uma trama mórbida repleta de surpresas e reviravoltas.









Neste livro, vamos conhecer Sabola, um escravo recém chegado a Fazenda de Capela, que para muitos é uma linda paisagem, mas para os negros, não passa de um lugar cruel onde o sadismo e a truculência não tem limites para o feitor da cana. 

Logo no primeiro dia de trabalho, Sabola já se sente infeliz por trabalhar no canavial e pensa em meios de como fugir desse lugar, até que encontra alento no colega de senzala, Akili, um velho, que não pode mais andar por ter tido as pernas quebradas devido a violência de Antônio, filho do Grão-senhor da fazenda, em uma tentativa infrutífera de fuga. 

"Tendo as costas do escravo como tela, o feitor pincelava de vermelho o seu escárnio. Naquela aquarela abstrata de sangue e suor, a dor encontrava bem o seu entorno."

A medida que os dois vão fazendo amizade, o velho repara em Sabola o desejo incontido de se tornar livre novamente e alimenta esse desejo no rapaz ensinando como se libertar as correntes. Os dias passam e quando finalmente Sabola consegue os instrumentos para abrir o cadeado, seu sonho de ser livre está a um passo de ser realizado. O que ele não contava é de ser visto em pleno ato de fuga por Jonas, o peão de maior confiança dos Cunha Vasconcelos. O resultado para tamanha afronta e ato de rebeldia não poderia ser pior, pois a fuga foi arquitetada em pleno aniversário de 60 anos do Grão-senhor e a morte para o nosso escravo aventureiro era certa (calma gente, não é spoiler, ele morre logo no começo do livro, está escrito na sinopse), mas aí eis que algo acontece e nem a morte é capaz de para o espírito enfurecido e louco por liberdade e então o jovem negro ressurge como algo muito mais assustador em busca de vingança por seus algozes e a história naõ poderia fica mais eletrizante e regada de sangue.

Com a narrativa em terceira pessoa, o autor nos permite viajar pelas matas que ladeiam a fazenda e vivenciar momentos que ficarão por um bom tempo na mente do leitor, nos deixando perplexos com o rumo dos acontecimentos para chegarmos a pensar que pelo menos algo de bom tem que sair dessa empreitada macabra. 






Confesso que é o primeiro livro de terror que leio e que gostei bastante dos fatos que aconteceram na história. O autor conduziu a trama com maestria, misturando um pouco do folclore nacional com rituais e crenças afriacanas, nos possibilitando uma riqueza de detalhes e também a enxergar a verdade nua e crua que os nossos antepassados foram obrigados a passar devido a falta de humanidade em seus senhores. 

Para os fãs de thrillers, garanto que essa obra não vai se decepcionar, principalmente se você for fã do Raphael Montes, O Escravo de Capela segue em linhas similares às obras do autor. 

"As pás foram movidas e o defunto desmembrado começou a ser enterrado sem sequer terem lhe retirado o saco encharcado de sangue da cabeça. Apenas a boca escancarada, que insistentemente buscara o ar nos seus últimos suspiros, estava descoberta e não foi poupada de ser alimentada com a terra que o encobria."

O que mais gostei na história foi a reviravolta incrível que aconteceu no final do livro, me fazendo tomar um baque violento e a finalmente vestir a carapuça do entendimento sobre o porquê de tudo o que aconteceu ter acontecido e sinceramente não sei se tiro a razão do mentor para tudo isso, mesmo tendo achado a história pesada. O autor nos leva a um maravilhoso plot-twist, onde o leitor se vê perdendo todas as teorias para tamanha atrocidade ter acontecido. 

O final não poderia ser mais imprevisível. O tipo que apesar dos pesares, o fim justifica os meios e nos fazendo ficar de queixo no chão pensando: "Droga, por que não pensei nisso antes? Como pude deixar isso passar?". 

A edição está maravilhosa, tem algumas ilustrações bem impactantes que permite ao leitor soltar a imaginação sobre a trama e mesmo apesar de ter alguns capítulos longos, não atrapalha em nada a leitura, pelo contrário, é bem fluida e complexa, mas que prende totalmente a atenção do leitor. A diagramação está excelente e não encontrei nenhum erro na revisão. Preciso dar os parabéns a editora pelo brilhante acabamento realizado nessa obra. 

No mais, eu recomendo essa história para todos os fãs de terror e que não tem medo de se aventurar por lugares sombrios.





You Might Also Like

30 comentários

  1. Primeiramente, amei as fotos do livro!
    Essa história me pareceu realmente incrível. Fiquei muito curiosa para conhece-la melhor só de ler tua resenha. Não tenho o costume de ler histórias de terror, mas essa realmente me atraiu bastante, pelo fato de não ter conhecido nenhuma parecida. Amei.
    Beijos ♥

    www.aventurasliterarias.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você vai se apaixonar, tenho certeza! Dá um medinho de início mas de resto é bem tranquilo.

      beijinhos!

      Excluir
  2. Adoro Thiller e pela sua resenha fiquei bastante curiosa em ler o liro. Vou por na lista.

    Bjs
    Suka
    http://www.suka-p.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom saber disso, espero que goste da leitura!

      beijinhos!

      Excluir
  3. Oi, tudo bem?

    Não conhecia o autor nem o livro, mas através deste post pude perceber uma proposta incrível e uma ótima dica de leitura a todos que gostam d gênero.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! É uma história incrível, que mesmo em meio a tantas crueldades, surpreende o leitor.

      beijinhos!

      Excluir
  4. Oi, tudo bem? Acredita que nunca li um thriller? Eu adoraria ler esse livro. Gosto de livros que retratam a época da escravidão e este tem uma roupagem completamente diferente. Amei sua resenha. beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? Nossa você vai gostar muito! Prepare-se para grandes surpresas com esse livro. É uam temática forte mas que foi bem abordada pelo autor. Obrigada pelo carinho!
      beijinhos!

      Excluir
  5. Olá!
    Amei as fotos e a sinopse já me conquistou, onde compro esse livro, será que tem na Amazon?
    De qualquer forma dica anotada. Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei se tem na amazon, mas tem no site da saraiva, vai adorar a leitura, é muito bom!

      beijinhos!

      Excluir
  6. Oiii Camila tudo bem?
    Fiquei bem afim de ler esse livro, principalmente por ser um dos gêneros que atualmente estou mais ligada, e por ser tão realista a ponto de nos deixar bem envolvida, ótima resenha e quero muito ler.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Heiii, tudo bem?
    Fiquei sabendo do lançamento do livro e achei bem sombrio o enredo.
    Nao é um tipo de livro que costumo ler, acho que fico com medo e bem chocada com as coisas.
    Achei muito interessante tudo que falou do livro O Escravo de Capela, mas infelizmente nao é uma leitura para mim, pq eu sei que vou ficar impressionada com tudo.
    Mas foi otimo saber mais da sua leitura aqui.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  8. Não gosto de terror e olha, tenho horror do Raphael Montes. É um autor super talentoso, como esse também deve ser, mas justamente por isso não leio os livros dele. Histórias regadas a sangue não são pra mim, meu estômago embrulha de verdade. :( Que bom que gostou e que o final foi imprevisível assim!

    ResponderExcluir
  9. Olá, uau, gostei muito de conhecer esse livro. No início achei se tratar de um drama, mas vi que era um terror cheio de folclore, o que achei o máximo! Vou anotar essa dica. Bjs

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    Terror não é um gênero que costumo ler com frequência e das poucas leituras que fiz gostei bastante (fiquei com bastante medo também, objetivo do autor cumprido!). Já tinha ouvido falar do título, mas não havia lido nenhuma resenha sobre ele.
    Fiquei bem curiosa para conhecer os acontecimentos que ocorrem ao redor da fazendo em meio à mata que a circunda e torcendo para que algo de bom surja em meio a tudo isso. Amei a resenha.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  11. Caramba! Que livro intenso né? Não é meu estilo de leitura, então vou deixar passar essa dica. Amei suas fotos! Vou indicar o livro para as amigas que curtem o gênero!
    Beijos :*

    ResponderExcluir
  12. poxa,só pela resenha notei o clima de tensão que permeia o enredo do livro,fiquei bem curiosa pra fazer a leitura, confesso...
    gosto de tramas com reviravoltas e premissas empolgantes... bacana a questão dos ritos africanos como elemento da narrativa...
    bjs...

    ResponderExcluir
  13. Uau, que história sinistra! Adoro livros desse gênero haha, parece conter uma trama além de histórica, muito envolvente e com cenas muito fortes que apenas fãs de thrillers irão se arriscar a ler haha. Sua resenha está ótima e a edição está maravilhosa. Dica anotada com certeza, bjss!

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem?
    Sua resenha me deixou bastante curiosa para saber o que acontece com Sabola e com Akili. mas, confesso que não é o tipo de livro que gosto de ler, acho que eu teria mt medo!! Rsrrs
    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem?

    A história parece bem interessante, mas por se tratar de terror, estou passando long. Não arrisco ler esse tipo de história.

    Beijos
    Laneh Martins

    ResponderExcluir
  16. Quer dizer que o espírito do escravo é que vai aterrorizar? Mais do que justo e merecido! Só sinto por ele não ter conseguido fugir com vida. Não conhecia o livro e estou anotando a dica.
    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  17. Oii, tudo bem?
    Eu achei super bacana essa ideia de misturar a historia do brasil com sobrenatural, eu não sou muito fã de livros de terror, normalmente eles me deixam tensa durante a noite, mas esse é um livro que chamou a minha atenção e me deu vontade de conhecer a historia.

    ResponderExcluir
  18. Sou mto medrosa não sei se leria um livro desses, por outro lado já fiquei curiosa pra ler e descobrir os mistérios da história. Oh! Duvida cruel kkk

    ResponderExcluir
  19. Olá! Gosto da temática e sempre fico interessada em livros quando vejo essas indicações. Vou anotar, tendo oportunidade, estarei lendo, bjo

    ResponderExcluir
  20. Oie amore,

    Sendo sincera não me interessou nada nesse livro nesse momento, pode ser que num outro momento eu me aventura, mas por hora vou passar a dica.
    Parabéns pela resenha e pela foto que está linda!
    Beijokas!

    ResponderExcluir
  21. Oi Camila, tudo bem?

    Não conhecia o livro e nem o autor, mas já fiquei aqui encantada pela sua resenha, que como sempre está completa. O enredo parece ser do tipo que nos fisga e senti isso na sua resenha, que me prendeu totalmente. Adoro thrilles, mesmo tendo lidos poucos na vida, então com certeza, vou querer ler esse livro!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  22. Olá!

    Li outra resenha desse livro em outro blog e não tem como não me chocar com essa realidade tão bem escrita - ficcional, é verdade, mas muito real. Pretendo ler o mais rápido possível.

    ResponderExcluir
  23. Oi Camila, tudo bem??
    Menina minha amiga leu este livro e teve o mesmo choque que você, com a diferença que ela já leu outros livros de terror. A violência como é descrita neste livro com relação aos escravos é de enfurecer qualquer um que tem um coração que bate fortemente no peito. Fico imaginando como um ser humano é capaz de cometer tanta crueldade com outro semelhante seu. Enfim, isso eu jamais vou entender, mas a história em si deve ser das boas e eu como amante da escrita de Montes, claro que fiquei curiosa por esta. Xero!

    ResponderExcluir
  24. Adorei seu blog, já estou seguindo, me segue: https://euprefiro-ser.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Olá!
    Não conhecia o livro, achei a premissa bem diferente e parece ser uma história bem intensa. Sou louca para ler os livros do Raphael Montes, mas ainda não tive oportunidade. Gostei da dica e já vou colocar na lista, quem sabe eu não venha a ler.

    beijos!
    https://blogdatahis.blogspot.com.br/2017/07/resenha-animais-fantasticos-e-onde.html

    ResponderExcluir